Sem comentários

Festival Livros a Oeste 2019 celebra a palavra

Onde e quando

Entre 14 e 18 de maio, a oitava edição do Festival Livros a Oeste ocupa diversos espaços da vila da Lourinhã e leva dezenas de convidados para celebrar o tema “Palavras Que Nos Unem”.

Os convidados

A lista de convidados é extensa e variada, protagonizando conversas, apresentações de livros e sessões de outra natureza, pensadas para o público em geral, mas também para os diferentes anos letivos das escolas da Lourinhã: Isabel Rio Novo, Mário Zambujal, Alice Vieira, Jaime Bulhosa, António Manuel Ribeiro, Afonso Cruz, Sara Rodi, Célia Fernandes, Sónia Gomes Costa, Clara Haddad, Sérgio Godinho, Mário Augusto, Rui Zink, Ana Saragoça, Sandro William Junqueira, Richard Câmara, Nuno Duarte, Rita Alfaiate, João Manuel Ribeiro, Pedro Vieira, Álvaro Laborinho Lúcio, António Tavares, Arlindo Oliveira, João Rasteiro, André Morgado, João Sequeira, Patrícia Portela, Regina Guimarães, João Rasteiro, Filipe Homem Fonseca, Carlos Fiolhais, Ana Cristina Silva, Faria Artur, Nuno Sampaio, Inês Sofia Miguel, Raquel Patriarca, José Viale Moutinho, Filipa Melo e Jovem Conservador de Direita.

Algumas actividades patentes

De 14 a 17 de maio, o espaço Poetic Corners – estrutura montada na Praça José Máximo da Costa, junto à Feira do Livro – acolhe qualquer um que queira ler poesia e prosa à sua escolha. Diariamente, pelas 18h30, há ainda lugar para o lançamento de livros, na Biblioteca Municipal da Lourinhã. O Prémio Livros a Oeste distingue anualmente contos escritos por alunos do 3.º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário dos municípios da Região Oeste – Nazaré, Alcobaça, Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Cadaval, Lourinhã, Torres Vedras, Alenquer, Sobral de Monte Agraço e Arruda dos Vinhos.

Blue Acres® sugere consideração a este artigo, que é da responsabilidade dos respectivos editores (texto e imagem).

Silver CoastCosta de PrataOeste de Portugal famosa pelas praias de PenicheBaleal, Foz do Arelho, entre outras, conhecidas pela prática de desportos como surfkitesurfwindsurfjet ski e ainda as actividades de mergulhopesca desportivapesca submarina, etc. A acrescentar, o belíssimo arquipélago das Ilhas BerlengasEstelas e Farilhões que, desde 30 de Junho de 2011 foi considerada Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO, tornando-se Reserva Natural das Berlengas. Também de salientar a beleza pré-histórica do Castelo de Óbidos, a dinâmica diária do mercado da “Praça da Fruta” de Caldas da Rainha e a Lagoa de Óbidos, influente e marcante na ecologia local. Lembre-se que a Blue Acres® media a compra e venda de propriedades nesta região. Moradiasapartamentosterrenosprédios, etc.

Caso o imóvel que procura não se encontre listado neste site, não hesite em contactar-nos: T. 917 440 326 | [email protected]

Sem comentários

World Press Cartoon está de regresso a Caldas da Rainha

As obras vencedoras

As obras vencedoras da 14ª edição do World Press Cartoon 2019 são oriundas do Brasil, Bulgária, Cuba, Espanha, França, México, Portugal e Turquia. O anúncio dos prémios terá lugar no CCC, no próximo dia 4 de Maio, pelas 21:3h0, num espectáculo de música e humor que contará com a presença de todos os autores premiados. A animar a noite vão estar os franceses Elastic & Francesca e o comediante luso Pedro Tochas. A animação musical vai estar a cargo da orquestra ligeira Monte Olivett, constituída por músicos da cidade e dirigida pelo Maestro David Santos. O espectáculo será apresentado por Inês Gonçalves, da RTP.

Os trabalhos premiados integram uma exposição

A exposição será inaugurada nessa mesma noite, após o espectáculo, também no CCC. São 279 caricaturas, cartoons editoriais e desenhos de humor que fazem a história de todo um ano, olhares de diferentes culturas, obras em que os cartoonistas retratam e criticam o andar do Mundo com a acutilância do sorriso. Estão representadas 147 publicações de 49 países que foram analisadas por um júri composto pelos cartoonistas António Antunes e Manuel Peres (ambos de Portugal), Cássio Loredano (Brasil), Maria Picassó e Piquer (ambos de Espanha) e Óscar Grillo (Inglaterra).

Datas e horário

A exposição vai estar patente, com entrada livre, entre os dias 4 de Maio e 28 de Julho. A cerimónia de entrega de prémios realiza-se dia 4 de Maio, às 21h:30h e está limitada à lotação da sala.

Blue Acres® sugere consideração a este artigo, que é da responsabilidade dos respectivos editores (texto e imagem).

Silver CoastCosta de PrataOeste de Portugal famosa pelas praias de PenicheBaleal, Foz do Arelho, entre outras, conhecidas pela prática de desportos como surfkitesurfwindsurfjet ski e ainda as actividades de mergulhopesca desportivapesca submarina, etc. A acrescentar, o belíssimo arquipélago das Ilhas BerlengasEstelas e Farilhões que, desde 30 de Junho de 2011 foi considerada Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO, tornando-se Reserva Natural das Berlengas. Também de salientar a beleza pré-histórica do Castelo de Óbidos, a dinâmica diária do mercado da “Praça da Fruta” de Caldas da Rainha e a Lagoa de Óbidos, influente e marcante na ecologia local. Lembre-se que a Blue Acres® media a compra e venda de propriedades nesta região. Moradiasapartamentosterrenosprédios, etc.

Caso o imóvel que procura não se encontre listado neste site, não hesite em contactar-nos: T. 917 440 326 | [email protected]

Sem comentários

Alojamento local, 11 desistências por dia desde que a nova lei entrou em vigor

As novas regras desde há 6 meses

Acabou a corrida desenfreada ao “AL dourado”. Foi há precisamente seis meses que as novas regras do alojamento local (AL) entraram em vigor. Desde então, houve 1914 proprietários que pediram para cancelar a exploração, o que dá uma média de 11 desistências por dia. Só neste ano já houve perto de 1200 cessações. Os números foram cedidos ao Dinheiro Vivo pelo Turismo de Portugal.

Os números das desistências

Os valores ganham expressão quando vistos à lupa: o regime jurídico de exploração de AL entrou em vigor a 27 de Novembro de 2014. Desde esse dia, há mais de quatro anos, houve 7.094 desistências no total. A maior parte delas no Algarve, onde o número de encerramentos chega quase aos três mil, ou 41% do total. Segue-se Lisboa, com mais de 2.100 desistências.

A opinião da especialista

Para Carla Costa Reis, que faz gestão profissional de alojamentos locais, os números do Turismo de Portugal até são “conservadores” e não espelham a realidade. “Esses valores dizem apenas respeito às pessoas que formalizaram a cessação. Há muita gente que deixou a exploração mas não fez o cancelamento do registo por causa das mais-valias”.

Acerca das mais valias

As mais-valias do alojamento local são a maior dor de cabeça dos proprietários. Quando uma casa é afetada ao AL, é apurado o seu valor de mercado. O mesmo acontece quando a exploração termina. O proprietário é depois sujeito ao pagamento de impostos sobre 95% da diferença entre um valor e outro. Por vezes, aponta a responsável, o valor chega a ultrapassar o que foi ganho com o turismo.

Blue Acres® sugere consideração a este artigo, que é da responsabilidade dos respectivos editores (texto e imagem).

Silver CoastCosta de PrataOeste de Portugal famosa pelas praias de PenicheBaleal, Foz do Arelho, entre outras, conhecidas pela prática de desportos como surfkitesurfwindsurfjet ski e ainda as actividades de mergulhopesca desportivapesca submarina, etc. A acrescentar, o belíssimo arquipélago das Ilhas BerlengasEstelas e Farilhões que, desde 30 de Junho de 2011 foi considerada Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO, tornando-se Reserva Natural das Berlengas. Também de salientar a beleza pré-histórica do Castelo de Óbidos, a dinâmica diária do mercado da “Praça da Fruta” de Caldas da Rainha e a Lagoa de Óbidos, influente e marcante na ecologia local. Lembre-se que a Blue Acres® media a compra e venda de propriedades nesta região. Moradiasapartamentosterrenosprédios, etc.

Caso o imóvel que procura não se encontre listado neste site, não hesite em contactar-nos: T. 917 440 326 | [email protected]